REPERCUSSÃO
VIOLÊNCIA: HOMEM É MORTO A TIROS EM SANTA RITA
28/05/2024
gptv.com.br
BOTAFOGO VENCE O FLAMENGO NO MARACANÃ E ASSUME LIDERANÇA DO BRASILEIRÃO

O embalado Botafogo conquistou mais uma vitória e levou a melhor no clássico com o Flamengo, neste domingo, no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O Fogão fez 2 a 0 no rival, com gols de Luiz Henrique e Savarino.


Com o resultado, o Botafogo pula para nove pontos e para a liderança do Brasileirão neste momento. O Flamengo, com sete pontos, está na quinta colocação no momento.


O Fogão, assim, chegou à quarta vitória seguida, sendo três pelo Brasileirão e uma pela Copa Libertadores. Já o Flamengo perde a segunda seguida, sendo a primeira pelo torneio nacional. Tite amarga a primeira derrota em clássico desde que chegou ao clube carioca, na reta final de 2023.


Os cariocas agora têm pela frente a terceira fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Flamengo recebe o Amazonas, no Maracanã, às 21h30 (horário de Brasília). O Botafogo, por sua vez, recebe o Vitória, nesta quinta-feira, às 19h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos.


Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Flamengo é contra o Bragantino, sábado, às 18h30 (de Brasília), no Nabi Abi Chedid. Já o Botafogo recebe o Bahia, domingo, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Nilton Santos.


O jogo


Tite usou a força máxima à disposição no clássico. Na Libertadores, em função do acúmulo de jogos, boa parte dos titulares do Flamengo não viajaram para a Bolívia. Já Artur Jorge optou por Danilo Barbosa no meio de campo do Botafogo e Eduardo na vaga do lesionado Tiquinho Soares.


A primeira finalização foi do Botafogo. Logo no primeiro minuto, Savarino recebeu na intermediária e arriscou. A bola foi à esquerda de Rossi. O Flamengo respondeu dois minutos depois. Após cruzamento para a área, De La Cruz aparou para Luiz Araújo. Ele emendou e quase marcou. A bola saiu rente à trave direita.


O Flamengo chegou a balançar a rede aos dez minutos. Após cobrança ensaiada de escanteio, Léo Pereira ajeitou para Fabrício Bruno. Ele emendou para o gol e Bruno Henrique desviou para a rede. Contudo, ele estava impedido e o lance foi anulado.


O Rubro-Negro, então, assumiu a rédea do jogo e foi superior no primeiro tempo. Contudo, uma superioridade que não se refletiu no placar. O Fla encontrou dificuldade para criar - falhou no passe decisivo e/ou na finalização. Assim, John pouco trabalhou - não fez defesa difícil.


O Botafogo, por sua vez, ficou encurralado em alguns momentos e teve dificuldade para sair jogando, mas resistiu. Faltou acertar o contra-ataque. Nas poucas escapadas em velocidade, o Fogão viu a zaga rubro-negra impedir o último drible ou a finalização. Desta forma, o 0 a 0 foi o placar do primeiro tempo.


Tite precisou mudar no intervalo. Pulgar deu lugar a Allan. O volante chileno sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo. O Fogão abriu o placar aos sete minutos. Em cobrança de escanteio ensaiada, Savarino colocou para Luiz Henrique na entrada da área. Ele chutou com categoria, no canto, um belo gol no Maracanã: 1 a 0.


Aos 14, Artur Jorge fez as primeiras mudanças no Botafogo. Ele colocou Tchê Tchê e Jeffinho. Saíram Eduardo e Luiz Henrique. Cinco minutos depois, Arrascaeta levantou para a área e Fabrício Bruno ganhou pelo alto, mas mandou para fora. Tite, então, aos 20, mudou o lado direito. Ele colocou Wesley e Gerson. Saíram Varela e Luiz Henrique.


O técnico do Flamengo precisou fazer outra mudança. Arrascaeta sentiu a coxa direita e pediu para sair. Ele colocou Lorran. Aos 35, Rossi salvou o Flamengo. Após cruzamento da esquerda, Jeffinho completou, mas viu o goleiro do rival fazer grande defesa. Três minutos depois, Lorran assustou em desvio de cabeça. Aos 42, Bruno Henrique quase marcou, mas a bola saiu antes do cruzamento de Lorran.


O Botafogo deu o golpe de misericórdia aos 47 minutos. Diego Hernández, que havia entrado no lugar de Júnior Santos, ganhou de Fabrício Bruno em lance polêmico e iniciou o ataque. Savarino recebeu de Jeffinho e marcou. O Flamengo reclamou de falta no lance, mas o Raphael Claus (Fifa-SP) não deu. O Fogão venceu o Flamengo.


MÍDIAS